quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010


"Estou à procura de um livro para ler. É um livro todo especial. Eu o imagino como a um rosto sem traços. Não lhe sei o nome nem o autor. Quem sabe, às vezes penso que estou à procura de um livro que eu mesma escreveria. Não sei. Mas faço tantas fantasias a respeito desse livro desconhecido e já tão profundamente amado. Uma das fantasias é assim. Eu o estaria lendo e de súbito, uma frase lida, com lágrimas nos olhos diria em êxtase de dor e de enfim libertação: Mas é que eu não sabia que se pode tudo, meu Deus! [ Clarice Lispector ]"
......................................................................................................................................
Eu gosto muito de Clarice e me identifico com essas palavras, pois, também procuro o livro que ainda não publiquei, enquanto isso vou demonstrando toda minha fantasia, toda minha poesia e tudo que acho de importante no mundo da literatura e coisas afins neste e no blog "Poeta Mauro Rocha" que muitos conhecem. Escrever para mim é trentar entender as palavras para compreender os homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário